Como dar entrada no MTB de jornalista?




A profissão de jornalista é regulamentada conforme o Decreto nº 83.284 de 13 de março de 1979. Tal regulamento determina que apenas os profissionais que estejam com o devido Registro Profissional no Ministério do Trabalho poderão exercer a profissão.

Você que é jornalista formado sabe da importância que é tirar o seu MTB. Muitos empregos costumam exigir esse registro e isso se tornou mais do que uma obrigação para concorrer às vagas disponíveis no mercado de trabalho.

dar-entrada-mtb-jornalismoMas o que será preciso para regularizar essa situação? Quais os documentos que precisarei para efetivar o cadastro? Onde devo comparecer para dar entrada na papelada?

Neste texto, faremos um passo a passo, por tópicos, de tudo o que você precisa para se tornar um jornalista também para efeitos desse decreto. Também falaremos mais um pouco a respeito da importância desse documento e de onde você precisará comparecer para providenciá-lo.

Acompanhe aqui como fazer para se tornar um jornalista registrado!

1# – Documentos necessários para quem já possui o diploma em mãos

Veja aqui a relação dos documentos que você precisará para providenciar tal registro se já tiver seu diploma de conclusão do curso em unidade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC):

– Diploma de curso superior em jornalismo (pode ser o original ou uma cópia)

– Documentos pessoais como RG, CPF, PIS, além da carteira profissional e do comprovante de residência (seja original ou uma cópia) também será preciso.

2# – Documentos necessários para quem ainda não possui o diploma em mãos

Caso você ainda não esteja com seu diploma de conclusão do curso, segue a relação de documentos:

– Para quem for recém formado e ainda não possui o diploma para providenciar o procedimento da maneira como citamos acima, pode ser uma cópia e a versão original do certificado de conclusão do curso, datado com o dia da colação de grau, além da portaria do Ministério da Educação que reconheça o curso com a data da publicação dessa portaria no Diário Oficial.

– Os mesmos documentos pessoais que citamos no item anterior. Ou seja, RG, CPF, PIS, carteira profissional e o comprovante de residência (seja original ou uma cópia).

3# – Onde comparecer?

Você deverá pesquisar as Delegacias Regionais do Trabalho de acordo com sua cidade ou de cidades vizinhas.

Para quem for de São Paulo, por exemplo, ela fica situada na Rua Martins Fontes, 109, no centro da cidade. O horário de atendimento costuma ser das 9 às 13 horas.

4# – Porque você precisa disso?

Tal processo parece fácil de se resolver, não é mesmo? E é. Importante que você providencie tudo o quanto antes, pois, muitas vezes, você acaba passando em uma entrevista de emprego e isso é solicitado de imediato. E então, você que não possui esse registro, pode ter sua vaga comprometida por falta de tempo hábil para tais providências.

Portanto, fique esperto com isso e não deixe para depois. Todo o procedimento não levará mais do que poucos minutos do seu dia.

Deixe um comentário