Como dar entrada no sinistro – Seguro automotivo




O sinistro é um tipo de seguro muito útil em caso de acidente de carro, uma vez que o prejuízo e dano causado ao veículo pode ser reembolsado pela seguradora já que o bem material foi machucado.

É importante ressaltar que, toda vez que for comprar um veículo automotivo novo ou usado, o seguro deve ser feito imediatamente para que você esteja protegido em caso de acidentes. O seguro automotivo é um dos mais importantes que você pode ter, justamente para não ter nenhuma dor de cabeça durante o processo todo, que pode ser demorado se você não souber o que deve fazer!

O primeiro passo é juntar todos os documentos necessários, coletando-os, para serem entregues a seguradora. Se você quer voltar a sua vida, não deve perder tempo!

Casos de sinistro

Há diversos casos em que você pode dar entrada no seguro automotivo. Seja por conta de uma colisão, roubo ou furto, incêndio, alagamento ou enchente, e quebra de vidros e retrovisores.

como-dar-entrada-no-sinistro

Como dar entrada no sinistro

Como já foi dito, você deve entregar certos documentos para a seguradora o quanto antes a fim de receber a indenização mais rápido. A partir do momento em que os documentos são entregues, o prazo começa a correr.

Como cada seguradora tem sua política e seu contrato específico, você deve entrar em contato com a sua agência de seguros para verificar quais documentos e como proceder após o acidente. Mas, geralmente, os documentos necessários são:

  • RG;
  • CPF;
  • Carteira de habilitação (CNH);
  • Documento do veículo;
  • Comprovante de residência;
  • Documento de porte obrigatório do veículo;
  • Boletim de Ocorrência;
  • Documento de compra e venda comprovado por firma;
  • Documento de baixa do financiamento;

Passos para dar entrada ao seguro automotivo, sinistro

1) O primeiro passo, além de separar os documentos, é entrar em contato com a seguradora para comunicar imediatamente acerca do acidente.

2) Durante o atendimento telefônico, já agende um horário para uma vistoria em uma oficina credenciada ou não à seguradora.

3) A seguradora, por sua vez, analisará o processo (após o envio dos documentos) para a constatação de coberturas. Dependendo da seguradora, você pode enviar os documentos via online, através de um portal exclusivo do cliente para agilizar o processo.

4) O quarto passo é a vistoria, feito pela seguradora, ao veículo na oficina escolhida. O objetivo é constatar os danos e fazer um orçamento acerca da indenização e reparo.

5) A seguradora irá concluir o processo e liberará o veículo para ser restaurado.

6) O último passo é esperar o veículo ficar pronto a partir do prazo dito pela oficina.

Observações

  • É preciso ter em mãos a apólice de seguro para verificar o que a seguradora cobre ou não a partir do momento em que você contratou o seguro.
  • Após o acidente, mantenha a calma e tenha paciência. Qualquer bem material pode ser restaurado e reparado, ficando novo, já a sua vida não. Então, respire fundo.

Dar entrada no sinistro é simples, o que você não pode é perder tempo!

Deixe um comentário