Como dar entrada no FIES?

Programa criado pelo Governo Federal e respaldado pelo Ministério da Educação – MEC, o FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior tem como principal objetivo ajudar estudantes de baixa renda que estudem em faculdades ou institutos privados a pagar as mensalidades do curso, através de  financiamento, não só em cursos de graduação mas também de pós graduação.

Um dos grandes benefícios para o estudante ao optar pelo FIES, além das facilidades são os juros,  que são pré-fixados, atualmente, ajustado em 3,4% ao ano.

fies inscrição

É possível solicitar o financiamento através do FIES a qualquer momento ou época do ano, porém, é necessário cumprir todos os requisitos exigidos para participar no programa.

Inscrição

Para se inscrever no FIES é requisito básico:

–  ter participado do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio – a partir de 2010 e ter alcançado nota de pelo menos 450 pontos na média das provas, além de nota superior a zero na redação;

– também é necessário que o aluno interessado possua renda familiar mensal bruta, por cada pessoa da família, de até 2 salários mínimos e meio;

– além disso, é preciso fazer uso do financiamento em cursos que tenham a melhor avaliação pelo SINAES – Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – ;

– o aluno não poderá já ter sido beneficiado anteriormente com esse benefício e não pode estar inadimplente no Programa de Crédito Educativo – PCE/CREDUC;

– os estudantes que realizarem trancamento de matrículas também não poderão solicitar o benefício;

– a inscrição no FIES também exige um fiador, que pode ser em duas modalidades; fiança tradicional ou fiança solidária.

– caso o estudante possuir uma renda per capita por família de até um salário mínimo e meio, não é necessário um fiador e o estudante poderá utilizar o Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo – FGEDUC.

– para se inscrever no FIES não é necessário que se pague previamente matrícula, assim como outras taxas.

As regras novas para o FIES

Se você deseja se beneficiar com o financiamento oferecido pelo FIES, é muito importante que você conheça muito bem o programa,  como ele funciona e as mudanças que sofreu já no início de 2016. As novas regras passaram a ter validade nos contratos de financiamentos solicitados já em 2016.  

As condições para financiamento apresentadas pelo FIES são variadas de maneira que o estudante pode escolher por aquela que melhor se encaixe no que precisa e no seu orçamento.

Algumas das mudanças:

  • Quem possui o benefício de bolsa integral do ProUni não solicitar o FIES;
  • Aos interessados que já possuem algum curso superior completo não é permitido solicitar o FIES;
  • Outra alteração adotada pelo FIES em 2016  é o processo de cotas anuais;

Após conhecer bem o programa, os benefícios, facilidades e que aluno escolha o melhor contrato de financiamento, o aluno efetua a inscrição e só depois que é contemplado pelo o FIES passa a pagar somente o valor de R$150 a cada trimestre.

Deixe um comentário